Salmos - Salmos do dia e Cantados

A autoria da maioria dos salmos é atribuída ao rei David, o qual teria escrito pelo menos 73 poemas. Asafe é considerado o autor de 12 salmos. Os filhos de Corá escreveram uns nove e o rei Salomão ao menos dois. Hemã, com os filhos de Corá, bem como Etã e Moisés, escreveram no mínimo um cada. Todavia, 51 salmos seriam tidos de autoria anônima.
O período em que os salmos foram compostos varia muito, representando um lapso temporal de aproximadamente um milênio, desde a data aproximada de 1440 a.C., quando houve o êxodo dos Israelitas do Egito até o cativeiro babilônico, sendo que muitas vezes esses poemas permitem traçar um paralelo com os acontecimentos históricos, principalmente com a vida de Davi, quando, por exemplo, havia fugido da perseguição promovida pelo rei Saul ou quanto ao arrependimento pelo seu pecado com Bate-Seba.
Poemas de louvor, os salmos foram inicialmente transmitidos através da tradição oral e a fixação por escrito teve lugar, sobretudo através do movimento de recolha das tradições israelitas, iniciado no exílio babilônico pelo profeta Ezequiel (séculos VII-VI a.C.). Como tal, muitos destes textos são muito anteriores, sendo bastante difícil a sua crítica do ponto de vista literário estritos. Ainda assim, tendo em conta a comparação com a literatura poética coeva do Egito, da Assíria e da Babilônia, pode-se afirmar que estes poemas de Israel são um dos expoentes da poesia universal.
Os salmos, em termos de conteúdo, possuem estrutura coerente, o que também pode ser observado em passagens do Antigo Testamento e em obras literárias do Oriente Médio da Antiguidade.

Salmo 1

anjo

SALMO 1 – Para auxiliar as pessoas que estão determinadas a alcançar um objetivo especial em suas vidas.

Salmo 2

anjo

Para iluminar as pessoas que precisam se agarrar a uma força maior em um momento de dor.

Salmo 3

anjo

Para fortalecer o espírito e a mente e para ajudar a realizar trabalhos difíceis.

Salmo 4

anjo

Para aliviar o coração e a alma das angústias da vida e vencer honestamente causas judiciais.

Salmo 5

anjo

Para sentir a presença de Deus em todos os momentos e para afastar energias negativas.

Salmo 6

anjo

Para receber as graças necessárias, para ter uma vida tranqüila e receber auxilio nas horas de provações.

Salmo 7

anjo

Para livrar o ambiente de energias negativas, pedir proteção
e afastar a inveja e os problemas que impedem a felicidade a dois.

Salmo 8

anjo

Para receber revelações através dos sonhos e para combater o desânimo e a depressão.

Salmo 9

anjo

Para manter a esperança sempre viva, principalmente nos casos de doenças graves.

Salmo 10

anjo

Para trazer alívio nos momentos de solidão, desamparo e dor.

Salmo 11

anjo

Para anular as influências negativas, conquistar justiça e paz interior.

Salmo 12

anjo

Para viver um grande amor repleto de compreensão, demonstrações de carinho e livre de falsidades.

Salmo 13

anjo

Para fortalecer a fé, proteger contra ataques de animais venenosos e ataques cardíacos.

Salmo 14

anjo

Para obter auxílio do próximo nos momentos de intrigas e aproximações enganosas.

Salmo 15

anjo

Para desembaraçar negócios complicados, como divórcios, paternidade e heranças.

Salmo 16

anjo

Para receber um conselho certo em uma decisão importante, como novos negócios, sociedades ou casamento.

Salmo 17

anjo

Para estar mais ligado a Deus, receber uma graça no campo afetivo ou profissional.

Salmo 18

anjo

Para agradecer uma bênção alcançada, como a cura de uma doença, a obtenção de conhecimentos e o desenvolvimento de dons naturais.

Salmo 19

anjo

Para iluminar a intuição, atrair a sorte e o êxito em todos os setores da sua vida.

Salmo 20

anjo

Para proporcionar grandeza à alma e, trazer tranqüilidade ao espírito e equilíbrio ao corpo.