Áries Touro Gêmeos Câncer Leão Virgem Libra Escorpião Sagitário Capricórnio Aquário Peixes

Nome dos Anjos


Você sabe quais são os nomes dos anjos mencionados na Bíblia? Embora o Livro Sagrado não enumere quantos anjos existem, cada um desempenha um papel distintamente definido. Para a maioria dos cristãos, os anjos são considerados mensageiros divinos, encarregados de transmitir avisos, interpretar visões e proclamar mensagens importantes. No entanto, essas criaturas celestiais também são vistos como instrumentos da vontade de Deus. Eles agem como agentes que executam os desejos divinos na terra e desempenham um papel ativo na sequência cronológica de eventos conhecidos como o fim dos tempos.

Nome dos Anjos

A presença dos anjos é uma parte significativa da narrativa bíblica, mencionada 273 vezes tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Sua repetição nas Escrituras serve para iluminar o propósito divino e o papel crucial desses seres como mensageiros entre Deus e a humanidade.

Nomes de Anjos na Bíblia e seus Significados:

Gabriel – “Deus é minha força”: Conhecido por anunciar a vinda de Jesus e por seu papel como anjo da guarda.

Miguel – “Quem como Deus”: Líder das hostes celestiais, envolvido na guerra espiritual e proteção dos fiéis.

Rafael – “Deus cura”: Arcanjo responsável pela cura espiritual e física, além de intercessor diante de Deus.

Uriel – “Deus é minha Luz”: Guardião da sabedoria e da verdade, associado à proteção contra o mal.

Azrael – “Anjo da Morte”: Guia as almas para a próxima vida, oferecendo consolo aos enlutados.

Fanuel – “Face de Deus”: Arcanjo do julgamento e da misericórdia divina.

Zadquiel – “Graça de Deus”: Promotor do perdão e da liberdade espiritual.

Camael – “Aquele que vê Deus”: Arcanjo guerreiro, associado à força e coragem.

Jeremiel – “Misericórdia de Deus”: Auxilia com visões proféticas e orienta os fiéis após a morte.

Ramiel – “Trovão de Deus”: Arcanjo da esperança, conduz almas para a vida eterna.

Ariel – “Leão de Deus”: Guardiã da natureza e protetora das criaturas divinas.

Baraquiel – “Bênção de Deus”: Anjo da família e da vida conjugal, abençoando os fiéis.

Haniel – “Alegria de Deus”: Arcanjo da comunicação divina e da alegria espiritual.

Jegudiel – “Louvado seja Deus”: Guia os trabalhadores espirituais e os que buscam a glória divina.

Jofiel – “Beleza de Deus”: Patrono da arte e da sabedoria, inspira novas ideias e iluminação.

Como Saber o Nome dos Anjos:

Descobrir o nome do seu Anjo da Guarda pode fortalecer sua conexão espiritual e facilitar a comunicação com ele. Existem várias maneiras de fazer isso:

Contato Mental Noturno: Antes de dormir, estabeleça um contato mental com seu Anjo da Guarda. Peça sua orientação durante o sono e para resolver quaisquer problemas que estejam incomodando você.

Saudações Diárias: Ao longo do dia, tire um momento para enviar uma saudação ao seu Anjo da Guarda. Peça ajuda em qualquer momento e situação.

Pedido de Revelação: Durante sua comunicação noturna, peça ao seu Anjo da Guarda para revelar seu nome, se for apropriado. Isso pode fortalecer sua conexão e tornar a comunicação mais íntima.

Ao fazer isso, é normal que o nome do seu Anjo da Guarda se torne claro em seus sonhos ou logo ao acordar. Pode não ser um nome bíblico ou terminado em “el”, mas algo que ressoe com você espiritualmente.

Lembre-se de que o nome dos anjos pode ser conhecido, estrangeiro, um diminutivo ou até algo que você nunca tenha ouvido antes. O importante é que você se sinta conectado e capaz de invocá-lo quando necessário.

Ao descobrir o nome do seu Anjo da Guarda, agradeça e comece seu dia com esperança e alegria, sabendo que você está sempre acompanhado e protegido espiritualmente.

Curiosidades sobre Anjos na Bíblia:

Há muitas especulações sobre anjos e demônios, mas é crucial entender a importância que a Bíblia dá a esses temas. Sendo a revelação escrita de Deus aos homens, a Bíblia dá pouca ênfase aos nomes específicos dos anjos. No entanto, ela é suficiente como base para nossa fé e prática, fornecendo tudo o que precisamos para conhecer e buscar ao Senhor da maneira correta.

Os detalhes que a Bíblia não aborda devem ser estudados com cuidado e sabedoria. Nossa curiosidade sobre diversos assuntos é natural, mas se a Bíblia, inspirada por Deus, não oferece muita informação sobre certos temas, é provável que esses assuntos sejam secundários e não essenciais para nosso relacionamento com Deus.

Mais importante do que conhecer os nomes e particularidades dos anjos é entender que eles foram criados por Deus e servem para cumprir Seus propósitos, adorando e servindo ao Senhor.

O que podemos saber:

Antigo Testamento: A palavra hebraica “Mal’ak” (e suas variações), traduzida como anjo (mensageiro), ocorre 108 vezes, referindo-se a seres espirituais que servem e louvam ao Senhor. Eles são frequentemente denominados por suas características ou funções específicas.

Novo Testamento: A palavra grega “aggelos” (e suas variações), traduzida como anjo, aparece 175 vezes. Os anjos são descritos como mensageiros de Deus, desempenhando funções semelhantes às do Antigo Testamento, antes da vinda de Cristo.

O ponto mais importante não é a identidade dos anjos, mas sim o Nome que está acima de todo nome: Jesus Cristo. Os anjos servem e adoram a Jesus, assim como nós devemos fazer. Filipenses 2:9-11 e Efésios 1:20-21 nos lembram disso. Para assegurar nossa salvação, o mais importante é conhecermos a Deus (João 17:3), e não necessariamente Suas criaturas.

Veja também:

Quem são os arcanjos e o que eles fazem

Anjos Cabalísticos pela data de nascimento

Quem são os Anjos em diversas religiões