A relação acabou, e agora o que fazer?

Geralmente é traumático e difícil de superar, mas colocar um ponto final de livre e espontânea vontade também não é nada fácil..

Veja que comportamentos adotar para viver esta fase com (alguma) tranquilidade.

final-da-relacao

Atitude positiva: No final de um relacionamento longo tudo parece negro e triste. Mas tente encarar esta fase da forma mais positiva possível, pensando que, na verdade, não estava feliz.

E encare esta fase como um desafio e uma oportunidade para encontrar alguém melhor para você, pois está mais maduro e sabe melhor o que quer.

Crie interesses: É normal que um casal acabe por construir um dia a dia em conjunto e, como tal, os interesses são comuns. Por isso, pode sentir-se perdido com o final do relacionamento.

Pense e reavalie os seus verdadeiros interesses e aposte neles, seja fazendo um curso, frequentando espaços diferentes, com um esporte, etc.

Renove e faça amizades: Deixou para trás muitos amigos porque o seu trabalho e a relação ocupavam todo o tempo? Então esta é a hora certa para retomar estes contatos.

Aproveite ainda para expandir o seu círculo de amigos e conhecidos e faça um esforço para ir a todos os eventos que se proporcionam.

Divirta-se: Para encontrar pretendentes, é preciso frequentar lugares com atividades apropriadas. Se se refugiar com a família e os seus amigos, será difícil encontrar um novo amor.

Claro que não deve ir correndo a um bar ou a um evento à procura de alguém, mas é preciso criar oportunidades. Assim que estiver preparado.

Pratique um esporte: A prática de uma atividade desportiva vai ajudá-lo a sentir-se mais confortável e confiante com o seu corpo, e prepará-lo para uma nova fase, com mais energia.

Se não tem companhia para caminhar ou correr, junte-se a um grupo, ou se prefere praticar esporte em ambientes fechados, vá para a academia. O importante é se mexer.

Esteja aberto ao romance: Provavelmente será difícil envolver-se com alguém depois de um relacionamento longo. Mas não feche as portas ao romance, mesmo que fugaz ou sem compromisso.

Aliás, poderá precisar deste tipo de relacionamento antes de estar preparado para se envolver seriamente com alguém. O importante é clarificar as intenções desde o início.

Procure o seu espaço: Tanto a nível físico como emocional, precisa recuperar o seu espaço próprio.

Se ficou vivendo na mesma casa que antes partilhava, faça algumas alterações, é positivo ver o espaço de forma diferente. Mude as cortinas, a disposição dos móveis e livre-se dos objetos que compraram em comum.

A nível emocional, crie espaço entre você e o seu ex. Mesmo que ele faça parte do seu círculo de amigos, evite vê-lo por uns tempos, até sentir que está preparada para o reencontro.

Realize desejos: Com certeza tem uma lista de coisas que gostaria de fazer a muito tempo e, por falta de tempo ou de vontade do seu parceiro, foi adiando.

Seja visitar um museu ou ir a determinado restaurante ou ainda ver um filme, aproveite agora para fazer tudo o que dá prazer e apreciar o tempo que passa consigo mesmo.

Viaje sozinho: Se nunca o fez e tem algum receio, comece por um fim-de-semana numa cidade mais próxima. Viajar sozinho é uma experiência enriquecedora e promove o encontro com pessoas diferentes de forma mais intensa.

Ouça o seu coração: Não há um tempo certo para fazer o luto de uma relação. Não force envolver-se com alguém nem se limite nesse sentido.

Rodeie-se de pessoas de quem gosta e que o fazem sentir bem e não tenha medo de falar dos seus sentimentos. Prepare-se para uma montanha russa de sentimentos, com momentos positivos e outros menos bons, mas seja sempre fiel a si próprio.

Se sentir que ninguém o compreende, procure ajuda profissional sem qualquer vergonha.