Como entrar em contato com o Mentor Espiritual

Apesar de também serem chamados de anjos de guarda, nossos Mentores Espirituais não pertencem à hierarquia angelical divina.

Muitas pessoas têm dúvidas em relação à diferença entre Anjo da Guarda e Mentor Espiritual, independente da religião ou doutrina filosófica que segue. Então, vamos saber um pouco mais sobre cada um deles, assim você não terá mais dúvidas em relação ao tema.

Mentor Espiritual

Diferente do que muitos pensam o Mentor ou Guia Espiritual é, na maior parte das vezes, um espírito ainda em evolução, ou seja, imperfeito, mas que já alcançou um grau de pureza maior que seu pupilo, sendo por isso capaz de auxiliá-lo no caminho espiritual da atual encarnação.

Isso não desmerece o seu trabalho, muito pelo contrário, já que deixa de utilizar se tempo livre para a própria evolução e o dedica a outro espírito.

Nossos mentores pessoais podem nos auxiliar muito, estão libertos da limitação tridimensional e desfrutam de maior discernimento e sabedoria que nós. No entanto, eles são seres ainda em evolução e com o tempo precisarão reencarnar na Terra.

Cada pessoa pode contar com o auxílio do mentor e também do anjo de guarda, mas estes pertencem a diferentes categorias de assistência espiritual.

Os anjos habitam as esferas celestiais elevadas e não têm a obrigação de reencarnar. Porém, os anjos podem se manifestar na forma corpórea quando motivados pelo anseio de atuar em missão de auxílio.

Quanto mais evoluído é um espírito, mais difícil é o seu contato com o plano material da vida.

Anjo da Guarda

Anjo da Guarda é considerado um espírito protetor o qual pertence a uma escala elevada no plano espiritual.

De acordo com o Espiritismo, sua principal missão é acompanhar o ser encarnado ajudando-o a cumprir as provas evolutivas aqui no planeta Terra, portanto, qualquer pessoa poderá pedir ajuda ao Anjo da Guarda, pois ele está aqui presente para auxiliá-lo.

Eles são seres espirituais que não têm corpo físico, porém podem assumir forma corpórea, caso seja necessário.

A palavra Anjo significa Mensageiro de Deus. Quando nascemos, já é designado um Anjo da Guarda para nos acompanhar, nos proteger e para se conectar com ele, basta pedir ajuda por meio de orações e preces.

Mentores Espirituais

Os Mentores Espirituais são espíritos mais evoluídos do que nós, apesar de serem imperfeitos ainda, mas já atingiram um grau elevadíssimo de sabedoria e pureza de alma.

Saiba que eles estão sempre conosco para nos ajudar nesta trajetória de vida, nesta atual reencarnação. Eles apresentam uma disciplina incrível e trabalham tanto no plano astral quanto aqui no planeta Terra.

Todos nós temos um ou mais Mentores que nos guiam nesta trajetória terrena.

Eles visitam os hospitais, ajudam os médicos aqui da Terra para que não cometam erros em seus trabalhos no dia a dia, operam sim junto com eles, muitas vezes, segurando a mão desses profissionais nos enviando energia vital, energia de luz, limpando-nos das impurezas.

A missão de um Mentor é bastante parecida com a de um professor, um orientador. Ele nos auxilia sempre na vida profissional, por exemplo, doando seu conhecimento e esta também é uma forma de evolução até mesmo para ele próprio.

Para se conectar com os Mentores Espirituais, tudo dependerá de nossa vibração energética.

Cada um de nós tem um Mentor ou vários nos guiando dia a dia. Somos sim influenciados pelos espíritos de luz e para isso, temos de estar de bem conosco.

O pensamento nos guia cada segundo de nossa vida, então, devemos estar na mesma sintonia que os Mentores, pois são espíritos de luz.

Em resumo, os Mentores Espirituais são seres de luz que estão conosco para nos iluminar, nos guiar no caminho do bem, para nos ajudar a evoluir espiritualmente.

Como faço para entrar em contato com o meu mentor espiritual

Em primeiro lugar, é preciso entender que todo mundo é médium, até aquela pessoa que reluta em dizer isso.

A palavra “médium” vem do latim e significa “ser intermediário de uma força para outra. Então, quando alguém pensou alguma coisa lá e você decodificou aqui, você foi médium.

Quando você acordou com uma ideia na cabeça, você foi médium. Quando uma pessoa pensou em você e você telefonou para ela, você foi médium. E também quando você faz uma oração para uma pessoa, você está sendo médium.

Tudo que faz com que você seja um intermediário entre uma coisa e outra é a arte da mediunidade. Então, você não precisa ser espírita, você não precisa ser teosofista, você não precisa ser budista para desenvolver a mediunidade, porque todos nós temos esta característica de forma inerente.

O que você deve fazer para entrar em sintonia com estes seres de luz? Serenizando os seus pensamentos. Fácil? Super difícil! Talvez uma das coisas mais difíceis que existem: acalmar a mente, acalmar os pensamentos e os sentimentos, para permitir que seu Eu Superior, deixar que a alma fale.

Se você abrir um canal e todos os dias fizer um exercício de dez minutos de se preparar e ficar disposto a receber orientações do seu amparador espiritual de que forma ele pode te usar como um canal para ajudar a humanidade, não demora nada e você vai começar a receber respostas incríveis!

O segredo do desenvolvimento da mediunidade é que ela seja feita a serviço do bem maior, que ela seja feita a serviço da ajuda de outras pessoas e de você também.

Então, para você se comunicar com seu amparador espiritual, pode demorar um pouco de tempo, mas você tem que abrir uma porta diária de dez minutos em que você se prepara e você se higieniza.

Em segundo lugar, sustente uma intenção que é coletiva e não é só individual. Se você fizer disso um hábito, você vai ter realmente uma resposta muito grata e muito bacana.

Você só pode fazer isso se a sua intenção estiver realmente pautada numa visão coletiva.

As pessoas que querem desenvolver a mediunidade, os poderes parapsíquicos e os poderes psíquicos, apenas para gozo pessoal, não vão conseguir isso com tanta facilidade.