Como Deus te ouve

Como Deus te ouve

A face congestionada no auge do sofrimento reflete o estado desesperador da alma. O teu grito, muitas vezes silencioso, parece perder-se como um gesto em vão.

No paroxismo da dor, tua mente interroga se não te encontras refém das intempéries, sem abrigo, sem escuta, sem amparo…

Deus, porém, te escuta e age com Seu poder infinito, de forma a atender tuas necessidades, na grandiosa trajetória para a felicidade.

Ele nos escuta de maneira diferente do que pensamos e nos socorre com meios que, muitas vezes, não imaginamos.

Sabedoria suprema, atua com vistas à aquisição de nossa maturidade. Providência infalível, promove o amparo com recursos que nos atingem, sutilmente, abrindo clareiras à nossa frente.

Necessitamos, apenas, desenvolver olhos para ver. Não estamos órfãos.

O seu Amor supre-nos as profundas carências. Em fase de quase infância, no que diz respeito às aquisições espirituais, encontramos extrema dificuldade de sentir a gloriosa presença a nos envolver.

Movimentando energias poderosas e leis profundas e amorosas, o Doador da Vida, em apoteose de proteção nos impulsiona a dimensões superiores da existência.

Onde enxergamos castigo, há lições.
Onde entendemos solidão, há amparo.
Onde percebemos indiferença, há socorro.
Onde captamos torturas, há maturação.

Paralelo a esses escopos que aperfeiçoam a alma, torrentes de luz e oportunidades de felicidade se avolumam ao nosso redor, aguardando que abramos os canais de sensibilidade e da emotividade evangélica, a fim de entrarmos em relação com o amor.

Nossa vida será leve, nossas provas serão bênçãos, nossas dores serão bálsamos, nossos gestos serão doces, nossa existência será mais rica.

Deus nos ouve com ouvidos de amor e ações sábias, trabalhando em nosso benefício.

Sintonizemos com a verdade e ela nos tornará livres.