Louvando a Deus você verá o nascimento de algo novo e bom

“Ao ouvir isso, Jó levantou-se, rasgou o manto e rapou a cabeça, Então prostou-se, rosto em terra, em adoração, e disse: Saí nu do ventre da minha mãe, e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou, louvado seja o nome do Senhor”.


Jó perdeu tudo, incluindo todos os filhos e a saúde. Porém, mesmo no momento de maior tristeza, ele jamais amaldiçoou a Deus. Sua reação à tremenda perda foi humilhar-se e adorar à Deus.

Jó suportou esses momentos terríveis sem que a sua adoração a Deus sofresse abalos. No final, Deus lhe deu outros filhos e filhas, e muito mais: “O Senhor abençoou o final da vida de Jó mais do que o início.” Talvez você esteja pensando: “Bom para ele, mas ainda assim ele perdeu os primeiros sete filhos e tres filhas. Não é possível substituir um filho como se substitui uma casa ou um rebanho de ovelhas.”

Jó sofreu demais, é verdade. Mas Deus extraiu o bem de sua atitude. Jó não culpou o Senhor, em vez disso, afirmou que na vida passamos por situações boas e más, e devemos aceitar cada uma delas com a mesma atitude de reverência a Deus. Por mais dificuldades que tenhamos, a vida voltará a ser boa.

Deus nos dá o que temos e toma-o conforme lhe apraz. Devemos louvá-lo por tudo. Nem sempre conheceremos a razão de nosso sofrimento, mas podemos ter certeza de que Deus o permite com um propósito. Isso não torna o sofrimento mais fácil, mas dá-nos esperança para o futuro.

Não desista em meio a uma grande perda, ao desapontamento ou ao fracasso, pois perderá o maior milagre em sua vida. Se, em vez disso, você louvar a Deus, verá o nascimento de algo novo e bom.