Saiba o que é I Ching e como jogar

Considerado o oráculo mais antigo do mundo, o I Ching, ou também como é conhecido, o livro das mutações, é utilizado a mais de três mil anos na China.
I Ching

O que é I Ching?

No início esse oráculo era conhecido apenas como I, que traduzido para o ocidente significa Mudança, mutações. Confúcio por sua vez o nomeou de Ching, que traduzido significa Clássico.

O I Ching pode ser compreendido e estudado tanto como um oráculo quanto como um livro de sabedoria. Na própria China, é alvo de estudo diferenciado realizado por religiosos, eruditos e praticantes da filosofia de vida taoista.

O I Ching ou Yi Jing é amplamente utilizado como oráculo, funciona como uma espécie de livro da sabedoria. De origem chinesa, ele integra o patrimônio universal dos ensinamentos ancestrais. É um conhecimento muito antigo acerca de como os chineses compreendiam e eram capazes de explicar os acontecimentos do dia a dia.

O I Ching surgiu antes da dinastia Chou (1150-249 a.C.) e era um conjunto de oito Kua, figuras formadas por três e seis linhas sobrepostas. James Legge, na tradução para o inglês (1882), chamou de trigrama o conjunto de três linhas e hexagrama o de seis, para distingui-los entre si.

A origem dos 64 hexagramas é atribuída a Fu Hsi, o criador mítico chinês, e, até a dinastia Chou, eles formavam o I. Os oito trigramas recebem o nome de Pa Kua(Wide-giles) ou Ba Gua(pynin)ː a sua origem é pré-literária.

Os conselhos do I Ching nos ajudam a esclarecer até mesmo as menores questões práticas, porém, sua função mais nobre, como fonte inesgotável de ensinamentos, é a de nos despertar e guiar na busca do conhecimento superior.

O nome, Livro das Transmutações ou das Mutações, ou ainda das Transformações, já indica que seu conteúdo contém as leis fundamentais dos movimentos cósmicos, nos quais se incluem a vida e o destino dos homens.

Como jogar o I Ching?

Para consultar o Livro das Mutações deve haver concentração e pensamentos positivos, o que pode ser induzido com o incenso e músicas suaves.

Deve haver estudos sobre as relações das linhas, para que não haja interpretações incorretas. Em linhas, trigramas e hexagramas o I Ching combina formas matemáticas constituindo sua estrutura formal.

O I Ching é consultado com a utilização da moeda sendo que cada uma representa um número. A partir do lançamento das moedas, o indivíduo formula perguntas práticas sobre sua vida e através dos números lançados encontrará a forma como deve agir e como se comportar internamente.

Depois de formulada a pergunta precisa, são lançadas moedas para a obtenção da resposta. Estes instrumentos são agrupados seis vezes, formando linhas, também chamadas de hexagramas – que podem ser firmes ou maleáveis/mutáveis.

Linhas firmes ocorrem quando as moedas caem em lados diferentes. Quando caem todas do mesmo lado, dá-se a linha mutável – a ocorrência de uma linha como essa, ou mais, cria um novo hexagrama, representando o que acontecerá no futuro em relação à pergunta feita pelo consulente.

Cada uma dessas linhas sorteadas contém um significado específico baseado no princípio da dualidade Ying e Yang, através do qual compreendemos que não existe bom ou mau, positivo ou negativo, mas uma complementaridade entre opostos. A ideia é equilibrar tudo que existe ao nosso redor.

Quanto mais direta a pergunta for, maior a possibilidade de acerto do I Ching. Caso haja necessidade de se fazer mais de uma pergunta, é importante dividi-la e perguntar uma única coisa por vez.

O oráculo é infalível, segundo a filosofia oriental, sendo assim, quem está suscetível à falha é a pessoa que o consulta, devido a falta de clareza no que perguntar. A filosofia oriental defende que só quem sabe o que está procurando obterá suas respostas.

Hexagramas

Hexagramas

Os hexagramas são símbolos constituídos por seis linhas Yin ou Yang que estruturam o livro chinês I Ching. Os 64 hexagramas podem também ser considerados combinações entre os oito trigramas básicos.

Lista dos nomes dos 64 hexagramas
01 – O Princípio Criador
02 – O Princípio Receptivo
03 – O Começo
04 – A Inexperiência Juvenil
05 – A Espera
06 – A Disputa
07 – O Exército
08 – União
09 – O Pequeno acúmulo
10 – Caminhar
11 – Paz e Prosperidade
12 – Obstáculo
13 – Comunidade (União)
14 – Grande Conquista
15 – Modéstia
16 – O Entusiasmo
17 – Seguir
18 – Trabalhar o que se corrompeu
19 – A Aproximação
20 – A Contemplação
21- Morder
22 – O Ornamento (Embelezar)
23 – A Desintegração
24 – O Retorno
25 – A Integridade (Sem Falsidade)
26 – O Grande Acúmulo
27 – A Nutrição
28 – O Excesso
29 – O Abismo
30 – O Luminoso (Aderir)
31 – Atração (Comunhão)
32 – Perseverança
33 – Retirada
34 – A Grande Força
35 – O Progresso
36 – Obscurecimento da luz
37 – A Família
38 – Divergência
39 – Dificuldades
40 – Liberação
41 – Diminuição
42 – O Aumento
43 – Determinação
44 – O Encontro
45 – Reunião
46 – Crescimento (Ascensão)
47 – Esgotamento
48 – O Poço
49 – A Revolução
50 – O Caldeirão
51 – O Trovão
52 – A Quietude (A Montanha)
53 – Progresso gradual
54 – O Casamento da Jovem
55 – Abundância
56 – O Viajante
57 – A Suavidade
58 – Alegria
59 – Desapego
60 – A Limitação
61 – Sinceridade
62 – O Pequeno Excesso
63 – Após a Conclusão
64 – Antes da Conclusão